Turismo no Douro – o que visitar
Artigo colocado a 01 Jun, 2011 em Passeios no Douro, Turismo rural Douro, Turismo rural Minho

O turismo no Douro e norte do país tem cada vez mais adeptos.O Douro é uma região fortemente marcada pelo vinho e pelas gentes que durante anos se dedicam à sua produção. Terra de grande beleza, são várias as vilas e aldeias que representam a tradição e cultura do Douro. Para que não perca pitada do que estas terras têm para oferecer, deixamos aqui algumas das sugestões do que pode visitar.

turismo douro

Turismo no Douro: Rotas e caminhos

Existem muitos passeios no Douro , que pode fazer com a sua familia ou amigos.Partindo do Norte, Vila Real é a única cidade que faz parte do Douro. Em Vila Real, são vários os monumentos visitáveis: as igrejas, a Casa de Diogo Cão e o Palácio Solar de Mateus. O Museu de Arqueologia e Numismática e o santuário romano de Panóias, ajudam-no a descobrir a história desta Vila, cujas sucessivas ocupações vão desde os tempos pré-históricos, passando pelos romanos, visigodos e muçulmanos. A igreja de Constantim, a Torre de Quintela em Vila Marim, datada do séc. XII, a casa Camilo Castelo Branco, em Vilarinho de Samardã e a ponte romana de Piscais, são alguns dos lugares a não perder. E porque não só de história vive o homem, porque não passear pelo Parque Natural do Alvão e descobrir as fantásticas paisagens que esta localidade tem para oferecer?

A cerca de 40km encontra-se a vila histórica de Alijó em plena Serra do Vilarelho. É uma vila pacata, marcada pela tradição do cultivo das vinhas. A igreja matriz de Santa Maria Maior e a capela da Misericórdia são locais que merecem uma visita.

Em Pinhão, a principal estação do comboio que fazia o transporte do vinho até Gaia, está profusamente decorada com painéis de azulejos. Actualmente está convertido numa Wine House. Em Safins do Douro pode entrar na Casa-Museu Maurício Penha e descobrir um pouco da pré-história do concelho com a Anta da Fonte Coberta em Vila Chã e o Abrigo Pré-Histórico de Pala Pinta, com pinturas rupestres, em Carlão. O castro do Pópulo, é outros dos locais por onde deve passar.

A poucos quilómetros de Alijó, localiza-se a vila de Carrazeda de Ansiães, com o magnifico castelo de Ansiães. A Igreja de São Salvador, a igreja românica de S. João, o Solar de Selores e as Antas de Vilarinho da Castanheira e de Zedes, são alguns dos locais que merecem a atenção de quem por lá passa. Para que possa contemplar as belezas naturais da região, dê um pulo aos miradouros do Alto da Graça e da Senhora da Saúde no Mogo.

Turismo no Douro: Cultura e tradição:

Um pouco mais para sul, mesmo junto à fronteira espanhola, na Vila Nova de Foz Côa, pode percorrer o parque Arqueológico do Vale do Côa, que encerra gravuras rupestres datadas do Paleolítico. É o maior conjunto de gravuras ao ar livre no nosso país e com a ajuda de um guia poderá descobri-las com facilidade. Outros pontos de interesse são os Castelos de Numão e Freixo de Numão, Castelo Melhor, Freixo de Espada à Cinta e o Museu da Casa Grande também em Freixo de Numão.

Mais a Sul, situa-se o Peso da Régua, a vila que é considerada a capital comercial do Vale do Douro, pela ligação a Vila Nova de Gaia, por rio e por comboio. O Museu do Douro é um bom local para descobrir a história que está por detrás do Vinho do Porto. As igrejas e capelas existentes são pontos de interesse assim como o Solar do Vinho do Porto e a Estação Arqueológica do Alto da Fonte do Milho em Canelas do Douro, Poiares. Para relaxar, passe uns dias nas termas de Caldas de Moledo.

A 12 km da Régua fica Lamego, outrora sede de Bispado. Com uma enorme riqueza natural e histórica, em Lamego, sítios para passear e descobrir não faltam. Comece pelo Santuário e Escadório de Nossa Senhora dos Remédios, passe pela Sé Catedral, Museu e Castelo, e dê um salto às várias igrejas e capelas que povoam Lamego, dando principal atenção à capela de São Pedro de Balsemão, pois esta data do séc. X. A Casa das Brolhas e o Mosteiro de Santo António de Ferreirim são outros dos locais escolhidos. O Parque Isidoro Guedes e os miradouros da Serra das Meadas, permitem observar toda a região envolvente.

A não perder, as festas e romarias em Lamego, que ocorrem em Maio, com a Feira de Santa Cruz e nos finais de Agosto, inícios de Setembro, com a conhecida Romaria de Nossa Senhora dos Remédios.

Pode, ainda, fazer passeios turísticos de barco pelo rio Douro, ficar nos excelentes hoteis no Douro,visitar as várias as quintas de turismo rural existentes e saborear os vinhos lá produzidos. Tem muito por onde escolher, nesta região, onde predominam as vinhas e as paisagens verdejantes. Venha descobrir o Douro!

Comentários
De momento não existe nenhum comentário a este artigo, seja o primeiro a fazê-lo.
Preencha o formulário abaixo para enviar o seu comentário
'Login')); ?>




(C) 2011 Turismo Rural Douro | Tema Wordpress exclusivo por bfms.webdesign